Perfil: Pharrell Williams

Pharrell Williams

Pharrell para o The Guardian.

Para aqueles que não acompanham o mundo da música com tanta atenção, ver Pharrell Williams na crista da onda parece coisa de outro mundo. Muitos ainda se espantam ao descobrir sua idade. São 41 anos e aparência de um jovem de 20.

Foi depois da participação dele no single “Get Lucky” (e que ainda tem a lenda do funk Nile Rodgers), que muitos descobriram a sua existência. A superapresentação com os colegas franceses do Daft Punk, Nile e Stevie Wonder (veja abaixo) e o single “Happy” (lançado em um site especial, em que você conseguia ver várias pessoas dançando 24h sem parar, veja aqui), na trilha sonora da animação “Meu Malvado Favorito”, mostrou que se alguém quer um hit hoje não precisa fazer muita coisa, apenas descobrir qual é o telefone de Pharrell. Continuar lendo

Anúncios

Filipe Catto no Memorial

1947685_808790899134640_1946356637_nAh sim, o show no dia 17 de março, mas eu só vim escrever hoje. O Memorial da América Latina estava celebrando 25 anos e por isso convidou Elba Ramalho, Filipe Catto e Marcelo Jeneci para show de graça no domingo, segunda e terça, respectivamente. Eu passei lá no show do Catto .

Já tinha visto o Filipe Catto ao vivo e não tinha gostado de nada. Fico feliz em dizer que a minha opinião mudou. Fiquei bastante impressionada com a potência vocal dele e como a voz muda entre o falar e o cantar. Fica mais fina, a la Ney Matogrosso. A interpretação dele também é forte e chama atenção. Não sei, percebi que ele é o tipo de cantor que se transforma quando começa a cantar. E não precisa ser muito esperto para notar isso.

Continuar lendo

Móveis Coloniais de Acaju lança videoclipe (e filme)

20140120-224141

O grupo brasiliense Móveis Coloniais de Acaju lançou na manhã desta quarta-feira, dia 19 de março, o videoclipe da música “De Lá Até Aqui”, que faz parte do último disco, que leva o mesmo nome. As imagens do vídeo foram tiradas de um filme sobre a banda e sobre Brasília dirigido por José Eduardo Belmonte, intitulado Mobília em Casa.

O longa-metragem terá estreia oficial e nacional, no dia 11 de abril, no Cine Brasília (106/107  Sul), local que guarda uma das maiores telas do país e agora sem mofo, sem carrapatos e com cadeiras decentes para os visitantes. Para quem não estiver na capital federal, basta ligar a TV no Canal Brasil, que é com co-produziu o filme. O Mobília em Casa foi um projeto contemplado pelo Fundo de Apoio a Cultura (FAC), da Secretaria de Cultura do Distrito Federal.

Continuar lendo

Marcelo Jeneci – “De Graça”

img-1017839-marcelo-jeneci-de-graca

Marcelo Jeneci fez jus ao nome do segundo disco, “De Graça” e colocou o álbum para srteaming no site oficial (Melhor ainda se tivesse colocado para download gratuito, né, mas não se pode ter tudo). Numa breve olhadinha,  vi que “Jeneça” está cheio de companhias bacanosas. O Régis Damasceno (Cidadão Instigado), Kassin, Adriana Cintra (ex-CSS), arranjos de Eumir Deodato (olha esse cara!). Do que eu tô ouvindo, eu tô gostando.

Satélite 061 ficou para novembro

satelite-061-24hrs-no-arO que eu, você, nós que gostamos de boa música deveríamos estar fazendo este fim de semana? Exato! Indo lá no Museu da República curtir 24 horas de shows “bacanosos” na nossa Virada Cultural, o Satélite 061. Mas o que aconteceu? Mais uma vez o evento foi adiado. Ele deveria ter sido em setembro, pulou para este fim de semana de outubro e agora será nos dias 2 e 3 de novembro. Segundo o que eu ouvi por boca pequena, a Secretaria de Cultura (veja a nota oficial), que é quem solta o dinheiro, ficou sem. Eu não duvido, do jeito que esse povo é desorganizado, teve ter perdido prazos.

Na programação, estão shows da Céu, Karina Buhr, Afrobambas (projeto do Jorge Du Peixe), o Diablo Fuck Show, Os Dinamites, Bogarins, Ellen Oléria, e até o seu Osvaldo, o primeiro DJ do Brasil. Conversamos com a Marta Carvalho, uma das idealizadoras do projeto e produtora da Ossos do Ofício já há alguns dias. Confira abaixo: Continuar lendo